Ibope divulga números sobre a internet no Brasil

11/02/2010 Comentários desligados

O Ibope Mídia divulgou hoje números sobre a Internet brasileira em dezembro de 2009. Alguns relevantes:

1) 66,3 milhões de pessoas têm acesso à web no Brasil; 46,8 milhões são usuários ativos (navegam pelo menos uma vez por mês);

2) O tempo que cada usuário brasileiro navega por mês é o mais alto do mundo: quase 45 minutos;

3) As classes C, D e E já navega mais do que classes A e B;

4) Os sites de email são os mais acessados por usuários de mobile. Em segundo lugar estão os sites de jornais, em terceiro os de busca, em quarto as redes sociais e, em quinto, os de música;

5) Entre as redes sociais: Orkut lidera, com 25 milhões de usuários. É seguido pelo Twitter, com picos de 10 milhões, mas em linha descendente, pelo Facebook com quase 8 milhões, Sonico e Ning;

6) 24,8 milhões de pessoas acessaram sites de vídeo no mês: 68% dos usuários ativos brasileiros;

7) 25 milhões de pessoas acessaram algum site de comércio eletrônico no período.

fonte: http://blogs.estadao.com.br/gabi-e-groc/2010/02/10/ibope-e-internet/

Categorias:Redes Sociais

Biblioteca britânica disponibilizará 65 mil ebooks

10/02/2010 Comentários desligados

Mais de 60 mil títulos de literatura do século XIX estarão disponíveis em formato digital. Parte do acervo poderá ser adquirida de forma gratuita.

Em parceria com a Microsoft, a Biblioteca Britânica deve disponibilizar cerca de 65 mil livros clássicos do século XIX em formato de ebook. O acervo contará com grandes nomes da literatura como Charles Dickens, Julio Verne e Jane Austen, e parte dele poderá ser adquirida de forma gratuita.

Segundo o site IT PRO , mais de 40% dos títulos disponibilizados não são encontrados em nenhuma outra biblioteca, o que faz da empreitada algo ainda mais importante. As edições digitais serão fiéis aos originais, apresentando a mesma tipografia e as mesmas ilustrações dos livros físicos, ressalta o site TechWatch .

Segundo o TG Daily , foram necessários três anos de trabalho para que estas edições – algumas bastante raras – pudessem ser disponibilizadas ao público. Os ebooks que não forem disponibilizados gratuitamente poderão ser adquiridos por cerca de 15 euros (aproximadamente 38 reais) na loja do Kindle da Amazon.

Felizmente, existem planos de continuar com a parceria para disponibilizar também títulos do século XX. A previsão da Biblioteca Britânica é que até 2020 mais de 50 milhões de livros estejam disponíveis em formato digital.

fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/09022010/7/tecnologia-negocios-biblioteca-britanica-disponibilizara-milhares.html

E-Book .

Categorias:Bibliotecas

Livros de editora catarinense poderão ser baixados gratuitamente em e-readers

A editora e biblioteca virtual Bookes começou a digitalizar seus livros, que serão  inseridos gratuitamente em leitores digitais (e-readers) como o Kindle, da Amazon, e o Sony Reader. Os títulos já podem ser baixados pela internet.

A empresa fornece serviços de criação, distribuição e leitura internacional de obras em seu website. Qualquer pessoa pode se registrar, escrever uma publicação e divulgá-la gratuitamente.

Os escritores também podem escolher se desejam vender os livros para os leitores digitais, sob a restrição de  que o preço seja compatível com o padrão de mercado.

Apesar dos leitores digitais serem uma novidade no Brasil, a companhia acredita que eles terão papel importante no futuro do mercado editorial. A Bookes também tem planos para que suas publicações sejam lidas no iPhone.

Lançado recentemente no Brasil, o Kindle é o mais popular dessa categoria de produtos. A versão internacional tem memória de 2 GB e armazena até 1.500 livros.

Categorias:Sem categoria

Google Books lança página para acesso a revistas digitalizadas

09/11/2009 Comentários desligados

O Google lançou nesta quinta-feira (5/11) uma nova interface com uma lista de todas as revistas digitalizadas pelo Google Books.

O autor do recurso é o engenheiro Jeffrey Peng. Ele afirma, em post publicado no blog oficial do serviço, que a novidade chega após pedidos de amigos e integrantes de sua família e até mesmo um grupo na rede social Facebook pedindo que a localização de revistas fosse mais fácil.

No final de setembro, o Google Books anunciou a digitalização de 1.860 edições da revista LIFE, publicadas no período entre os anos de 1936 e 1972

Categorias:Sistemas & Web

Livro-robô anima feira literária em Passo Fundo (RS)

04/11/2009 Comentários desligados

Um robô que vira livro é o símbolo da 13ª Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo (RS). Criado pelo artista porto-alegrense Abnel Lima Filho, ele traduz o slogan desta edição do evento: “Arte e tecnologia: novas interfaces”, frase que remete às novas tendências de leitura.

O livro-robô tem 1m50 de altura, chega a 2m quando se transforma em livro, e foi desenvolvido na oficina dos cursos de engenharia elétrica e engenharia mecânica da Universidade de Passo Fundo. Desde abril, uma equipe de estudantes e professores trabalha no projeto. O robô tem autonomia de meia hora.

Entre seus movimentos, estão caminhar, abrir os braços e se transformar em livro, movimentar a face e iluminar os olhos. O filme da série “Transformers” inspirou a equipe.

O coordenador do projeto, professor Edson Acco, conta que o robô foi construído com duraluminum, um tipo de alumínio mais resistente e leve. Quase todas as peças são nacionais (o sistema de motores foi importado). Foi desenvolvido um software específico, em que foram criados os cálculos e cada uma das peças do protótipo. No total serão 32 motores que precisam funcionar sincronizados, dando movimento às peças.

A ideia é que ele continue sendo usado pelos novos alunos dos cursos, sendo um referencial de robótica na UPF e, no futuro, ande sozinho, reconheça pessoas pela voz e imagem. Esse é o sonho da equipe.

Livro Robô

Livro-robô, desenvolvido por alunos e professores, anima feira em Passo Fundo

Categorias:Bibliotecas

Biblioteca Universitária da UFMG cria ambiente de leitura de lazer

      A Biblioteca Universitária inaugura, no dia 10 de setembro, ambiente destinado à leitura de lazer, com acervo composto por obras de literatura de variados gêneros textuais, além de jornais e revistas. Trata-se do Espaço de Leitura, instalado no térreo da Biblioteca Central, com a finalidade de oferecer à comunidade universitária local adequado para “um lazer qualificado”, como afirma o reitor Ronaldo Pena.

Rosemary Tofani e Maria Elizabeth: espaço para leitura descompromissada

Rosemary Tofani e Maria Elizabeth: espaço para leitura descompromissada

fonte: http://www.ufmg.br/boletim/bol1665/3.shtml

Categorias:Sem categoria

Bibliotecas públicas recebem telecentros comunitários

         Os usuários de 403 bibliotecas públicas de todo o país já podem utilizar os kits telecentros doados pelo Ministério das Comunicações como forma de incrementar estudos e pesquisas. Os pontos já estão montados e, até o final de outubro, estudantes e professores terão acesso gratuito à internet de alta velocidade. Ao todo, 410 bibliotecas públicas serão beneficiadas com a instalação de 4.100 computadores ligados à internet.

           A ação é possível graças a uma parceria do Ministério da Cultura, que repassou ao Ministério das Comunicações cerca de R$ 9 milhões por meio de um Termo de Descentralização de Crédito. O Ministério das Comunicações fez um aditivo ao contrato de licitação dos 6,2 mil kits para a primeira etapa do Programa Telecentros Comunitários, em 2007, e adquiriu mais 410 kits para o programa Mais Cultura.

fonte: http://www.crb6.org.br/noticias_crb.php

Categorias:Bibliotecas